Ir para conteúdo principal
conteúdo do menu
Conteúdo Principal
27/05/2022 Secretaria Municipal de Meio Ambiente

Garibaldi recebe sistema que auxilia no tratamento e melhora a qualidade da água

Tecnologia implantada pela Corsan, após negociações com a prefeitura, consiste em banhados artificiais para evitar a entrada de esgoto na bacia de captação

COMPARTILHAR NOTÍCIA

Garibaldi está recebendo as primeiras instalações do sistema Wetland — banhado artificial — no entorno da barragem do município. As obras, em execução pela Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), são resultado de negociações entre a Prefeitura e a estatal com o intuito de evitar a entrada de matéria orgânica na bacia de captação. A iniciativa atende um antigo pleito de moradores do bairro Três Lagos, que sofrem com odores e proliferação de insetos na região.

O projeto prevê a criação de banhados artificiais ecológicos, com o objetivo de tratar e diminuir matéria orgânica em altas quantidades. “Os banhados artificiais, chamados de Wetlands, prevêem tanques de captação do material bruto e seu encaminhamento para um ambiente propício. Seria um primeiro tratamento da potabilidade da água para consumo humano, passando também pelo tratamento da Corsan”, esclareceu o secretário do Meio Ambiente, Anderson Dalla Rosa.

O andamento das obras depende das condições climáticas e a conclusão dos trabalhos deve ocorrer dentro deste ano. Ao todo, serão instalados três Wetlands para o tratamento de efluentes. O sistema inovador, pouco difundido no Brasil, está sendo implementado pela primeira vez em Garibaldi. A tecnologia auxilia no tratamento e melhora a qualidade da água oferecida à população, sendo utilizada em países da Europa, Estados Unidos e China.

 

Fotos: Bruno Milan - Prefeitura de Garibaldi 

Conteúdo Rodapé