Prefeitura Municipal de Garibaldi

Município de Garibaldi
inicial / secretarias e Órgãos / saúde

Saúde

Saúde
Saúde

Secretária: Simone Agostini de Moraes

As principais funções da Secretaria da Saúde são:

Desenvolver atividades relativas à saúde pública e ao bem-estar social dos munícipes;

Planejar, orientar, executar e fiscalizar a política de saúde da administração municipal, mantendo estudos estatísticos sobre ações de saúde;

Encarregar-se da execução de saúde preventiva em todas as áreas de sua competência, com ênfase às doenças que causam maior índice de mortalidade no Município, prestando assistência, inclusive odontológica, farmacêutica e saúde mental;

Adotar medidas para prestação de serviços de proteção à gestante, à criança, ao adolescente e ao idoso, realizando estudos e pesquisas acerca dos problemas de saúde da família;

Educar, informar e assistir à família, quanto ao planejamento familiar;

Pesquisar e planejar as possibilidades de controle e erradicação de doenças transmissíveis, mantendo redes de postos de notificação, investigações epidemiológicas e ações de bloqueio e redução de danos à saúde dos munícipes.

Estão ligados à Secretaria os seguintes Departamentos:

Assistência à Saúde Pública, Assistência Odontológica, Encaminhamento a Serviços Especializados de Saúde, Vigilância Epidemiológica, Vigilância Sanitária, Vigilância Ambiental e Serviço de Inspeção Municipal.

Informações gerais:

Endereço: Júlio de Castilhos, 254
Telefone: (54) 3462-8263
Email: saude@garibaldi.rs.gov.br
Horário de atendimento ao público: 8h - 11h30min | 13h30min - 17h

Saúde: Última notícia

18/06/2019

Mais cirurgias são viabilizadas pela Prefeitura de Garibaldi

Mais cirurgias são viabilizadas pela Prefeitura de Garibaldi
Mais cirurgias são viabilizadas pela Prefeitura de Garibaldi

Oferecer um atendimento de qualidade e cada vez mais abrangente é a prioridade da Secretaria Municipal da Saúde de Garibaldi.

A partir dessa premissa, para aumentar o acesso a cirurgias de cataratas, foram viabilizadas operações no Hospital Beneficente São Pedro, além das realizadas em Nova Prata, referência de cirurgias oftalmológicas da região.

“Para ampliar o número de procedimentos pelo Sistema Único de Saúde oferecido mensalmente, conseguimos articular esta medida, que deve reduzir o tempo na fila de espera”, avalia a secretária Simone Agostini de Moraes. As cirurgias feitas em Garibaldi consistem em implantes de lentes, direcionadas especialmente ao público da terceira idade.

No último mês, foi assinado um acordo entre os municípios que integram a Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne) e o Governo do Estado, que viabilizou recursos para as cirurgias de alta complexidade em traumatologia e ortopedia.

“Será um cofinanciamento entre as esferas municipal, estadual e federal para as cirurgias de joelho, quadril e coluna”, explica Simone. “E já estamos estudando como adquirir um número excedente”, adianta.

Atendimentos
Entre as últimas melhorias nos demais serviços, está a Central de Fisioterapia instalada na Unidade Básica de Saúde (UBS) Central nos últimos meses. O espaço permite o tratamento simultâneo de pacientes e, assim, permite a agilidade no atendimento.

A central conta com três boxes para atendimento, tatame, barra, espaldar e demais equipamentos. Com a ampliação do espaço, 15 a 22 pacientes são atendidos diariamente, possibilitando a redução na espera pelo tratamento, especialmente nos casos de pós-operatório. A localização na área central do município é outro fator pensado para facilitar o acesso aos usuários.

Desde a última semana, o Pronto Atendimento Médico (PAM) conta com o serviço de puericultura, serviço em que a pediatra companha o desenvolvimento mês a mês do recém-nascido no seu primeiro ano de vida. Os bebês já saem do hospital com a primeira consulta agendada para os primeiros sete dias de vida.

“O serviço já era oferecido nas UBSs, mas agora não é preciso fazer o agendamento, ele ocorre automaticamente”, explica a secretária. Os atendimentos são realizados nas terças-feiras, das 13h às 19h, para possibilitar o acesso além do horário comercial. Nas consultas, é avaliado o estado nutricional, curva de crescimento, cuidado com o cordão umbilical, amamentação, entre outros itens.

“Percebemos que muitas mães tinham dúvidas que precisavam ser esclarecidas e decidimos facilitar o acesso”, acrescenta Simone. “Estamos atentos às necessidades e procurando soluções para melhorar nossos atendimentos”, conclui.

veja a notícia com fotos e downloads