Prefeitura Municipal de Garibaldi

Município de Garibaldi
inicial / secretarias e Órgãos / saúde

Saúde

Saúde
Saúde

Secretária: Simone Agostini de Moraes

As principais funções da Secretaria da Saúde são:

Desenvolver atividades relativas à saúde pública e ao bem-estar social dos munícipes;

Planejar, orientar, executar e fiscalizar a política de saúde da administração municipal, mantendo estudos estatísticos sobre ações de saúde;

Encarregar-se da execução de saúde preventiva em todas as áreas de sua competência, com ênfase às doenças que causam maior índice de mortalidade no Município, prestando assistência, inclusive odontológica, farmacêutica e saúde mental;

Adotar medidas para prestação de serviços de proteção à gestante, à criança, ao adolescente e ao idoso, realizando estudos e pesquisas acerca dos problemas de saúde da família;

Educar, informar e assistir à família, quanto ao planejamento familiar;

Pesquisar e planejar as possibilidades de controle e erradicação de doenças transmissíveis, mantendo redes de postos de notificação, investigações epidemiológicas e ações de bloqueio e redução de danos à saúde dos munícipes.

Estão ligados à Secretaria os seguintes Departamentos:

Assistência à Saúde Pública, Assistência Odontológica, Encaminhamento a Serviços Especializados de Saúde, Vigilância Epidemiológica, Vigilância Sanitária, Vigilância Ambiental e Serviço de Inspeção Municipal.

Informações gerais:

Endereço: Júlio de Castilhos, 254
Telefone: (54) 3462-8263
Email: saude@garibaldi.rs.gov.br
Horário de atendimento ao público: 8h - 11h30min | 13h30min - 17h

Saúde: Última notícia

20/02/2019

“A vida nas suas mãos” trata pacientes de alcoolismo

“A vida nas suas mãos” trata pacientes de alcoolismo
“A vida nas suas mãos” trata pacientes de alcoolismo

Enquanto para muitas pessoas o consumo de bebidas alcoólicas seja relacionado a momentos de comemoração ou relaxamento, o álcool pode resultar em um problema social quando quem o ingere é dependente.

O alcoolismo é uma doença reconhecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Dia Nacional de Combate foi lembrado na última segunda-feira, 18 de fevereiro. Segundo o Ministério da Saúde, a dependência de álcool atinge 12% dos adultos brasileiros e responde por 90% das mortes associadas ao uso de outras drogas.

De acordo com Rosáli Giacobbo Fantinel, coordenadora do programa “A vida nas suas mãos”, que atende aos casos de dependência química em Garibaldi, quase 100% dos alcoolistas também são tabagistas. “Ao perder o controle sobre si, o dependente pode partir para outras drogas”, explica.

Além de provocar doenças como gastrite, hepatite, cirrose, hipertensão e depressão, entre outras, o consumo excessivo de bebida alcoólica gera uma série de problemas sociais. “Os casos de violência contra a mulher, por exemplo, quase em sua totalidade estão envolvidos com a embriaguez”, cita Rosáli.

“O álcool é uma droga lícita de acesso fácil, pois está presente na mesa desde a infância e bebidas como o vinho e o espumante fazem parte da cultura da nossa região”, lembra a secretária municipal da Saúde, Simone Agostini de Moraes.

Apesar de legalizadas, as bebidas alcoólicas podem gerar consequências tanto para quem as consome, quanto para seus familiares, amigos e colegas de trabalho. Casos de acidentes de trânsito, violência doméstica e perda de rendimento profissional, como alterações na percepção, reação e reflexos, que aumentam a chance de acidentes de trabalho, podem ser provenientes do abuso de álcool.

“Quando a vontade de beber ultrapassa os limites de finais de semana e festas esporádicas, alerte-se! Você pode estar desenvolvendo uma doença chamada alcoolismo”, reafirma Rosáli.

“A vida nas suas mãos”
No programa oferecido pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, há o acolhimento ao usuário e familiares (quando necessário), e o tratamento médico e psiquiátrico. Conforme o caso, é encaminhado o tratamento psicoterápico.

Os atendimentos do programa “A vida nas suas mãos” são realizados na Unidade Básica de Saúde (UBS) Central, diariamente. Contato pelo telefone (54) 3462 8154.

Alcoólicos Anônimos
Em Garibaldi, as reuniões dos Alcoólicos Anônimos (AA) acontecem nas quartas-feiras, das 19h30 às 21h30, no galpão crioulo localizado junto à delegacia de polícia. A premissa da irmandade é compartilhar as experiências para superar o alcoolismo.

Depoimento
Para o garibaldense M.L., manter-se longe do álcool é a garantia de que ficará longe das drogas. Começou a beber antes dos 13 anos de idade, quando passou a fumar maconha. “Fui aumentando o consumo e, depois, passei a usar cocaína, até chegar no crack. Dependia de drogas para dormir, acordar, trabalhar… não conseguia mais pagar minhas contas”, lembra.

Foi com a ajuda da mãe que internou-se para tratar a dependência química. Após 10 meses internado, voltou a Garibaldi e passou a integrar o grupo de AA. “Estou sóbrio há oito anos e sei que se tomar um gole, vou voltar para as drogas”, afirma. Em estado de embriaguez, o usuário perde o controle e a consciência, e pode acabar consumindo outros entorpecentes.

Segundo o homem de 31 anos, o AA permite compartilhar as experiências, o que é fundamental para a cura da doença. “O remédio para o alcoolista entra pelo ouvido. É bom escutar dos outros e eu mesmo contar a minha história”, afirma.

Atualmente, ele tem esposa, filha, empresa e casa própria. “Jamais vou colocar isso fora, a sobriedade é uma medalha.”

veja a notícia com fotos e downloads