Prefeitura Municipal de Garibaldi

Município de Garibaldi
inicial / secretarias e Órgãos / agricultura e pecuária

Agricultura e Pecuária

Agricultura e Pecuária
Agricultura e Pecuária

Secretário: André Busa

As principais funções da Secretaria de Agricultura e Pecuária são:

Prestar assistência técnica aos agricultores, avicultores e pecuaristas do Município;

Promover programas de prevenção e combate às pragas e às moléstias das áreas animal e vegetal;

Desenvolver programas educativos e de extensão rural, visando elevar os padrões de produção e de consumo dos produtos rurais;

Prestar assistência aos pequenos produtores através de serviços de mecanização;

Coordenar a política dos serviços de apoio com maquinário do Município aos produtores do meio rural;

Promover o incremento da produção, produtividade e qualidade, através de programas de incentivo aos produtores rurais.

Informações gerais:

Endereço: Rua Júlio de Castilhos, 254
Telefone: (54) 3462-8222
Email: agricultura@garibaldi.rs.gov.br
Horário de atendimento ao público: 8h - 11h30min | 13h30min - 17h

Agricultura e Pecuária: Última notícia

15/08/2018

Censo Agro 2017 contabiliza 823 propriedades rurais em Garibaldi

Censo Agro 2017 contabiliza 823 propriedades rurais em Garibaldi
Censo Agro 2017 contabiliza 823 propriedades rurais em Garibaldi

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou neste mês os resultados preliminares do Censo Agropecuário, Florestal e Aquícola 2017, cuja coleta de dados foi realizada entre outubro de 2017 e fevereiro de 2018, em todos os estabelecimentos agropecuários do território brasileiro.

De acordo com a pesquisa, Garibaldi conta com 823 propriedades rurais, sua maioria (276) de área entre 10 e 20 hectares. Do total, 655 conta com lavouras permanentes (como uva), 517 com lavouras temporárias e 424 com pastagens naturais.

Entre os trabalhadores rurais, 745 são homens e 63 mulheres. 417 têm idade entre 30 e 60 anos, 378 são maiores de 60 anos e apenas 13 trabalhadores têm menos de 30 anos de idade.

Para o secretário municipal de Agricultura e Pecuária, André Busa, é natural que ocorra reduções no trabalho no setor primário ao longo dos anos, especialmente entre os mais jovens. “Ao mesmo tempo em que há cada vez mais facilidades para o trabalhador rural, os jovens buscam essas facilidades na área urbana”, avalia. “Hoje podemos considerar os trabalhadores verdadeiros empreendedores rurais, com uma grande importância econômica e cultural para o município, por isso mantemos nossas ações de incentivo para o desenvolvimento do setor”, acrescenta.

Entre os itens produzidos, os mais presentes no município são:

Produtos da lavoura permanente
Uva para vinho ou suco – produzida em 590 estabelecimentos agropecuários
Laranja – produzida em 156 estabelecimentos agropecuários
Bergamota – produzida em 95 estabelecimentos agropecuários
Caqui – produzido em 87 estabelecimentos agropecuários
Figo – produzido em 87 estabelecimentos agropecuários
Pêssego – produzido em 81 estabelecimentos agropecuários
Limão – produzida em 70 estabelecimentos agropecuários
Uva de mesa – produzida em 57 estabelecimentos agropecuários

Produtos de lavouras temporárias
Milho em grão – produzido em 369 estabelecimentos agropecuários
Feijão preto em grão – produzido em 69 estabelecimentos agropecuários
Milho forrageiro – produzido em 67 estabelecimentos agropecuários
Cebola – produzida em 64 estabelecimentos agropecuários

Horticultura
Alface – produzida em 54 estabelecimentos agropecuários
Tomate – produzido em 34 estabelecimentos agropecuários
Rúcula – produzida em 30 estabelecimentos agropecuários
Salsa – produzida em 30 estabelecimentos agropecuários

veja a notícia com fotos e downloads