Prefeitura Municipal de Garibaldi

Município de Garibaldi
inicial / informações / notícias

Notícias

14/05/2018

Caminhada contra exploração sexual é neste sábado


Caminhada contra exploração sexual é neste sábado

A Prefeitura de Garibaldi, por meio da Secretaria Municipal de Habitação, Trabalho e Assistência Social, realiza neste sábado, dia 19, a 5a edição da Caminhada Faça Bonito, em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Entidades e a comunidade em geral são convidadas a participar da mobilização, que visa chamar a atenção para o tema. A banda marcial da EEEM Dante Grossi estará à frente do grupo, além da distribuição de material informativo e outras novidades que devem conscientizar e destacar o evento.

A caminhada sairá às 8h30 do Conselho Tutelar (Praça da Martini e Rossi) e percorrerá a avenida Independência, ruas Buarque de Macedo, Júlio de Castilhos e Dante Grossi, em direção à escadaria da Igreja Matriz São Pedro.

Quem participou da caminhada em anos anteriores pode usar a camiseta do evento, com a flor amarela, símbolo da mobilização nacional. Em 2017, a caminhada reuniu mais de 1.500 participantes.

Em caso de chuva, não haverá caminhada, e sim uma concentração para abordar o assunto na praça Loureiro da Silva, no mesmo horário. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (54) 3462-8240.

Mobilização nacional
A campanha Faça Bonito é uma ação do Comitê Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, com o objetivo de mobilizar a sociedade para o dia nacional de combate, 18 de maio. A campanha tem como símbolo uma flor amarela, em referência aos desenhos da primeira infância, além de associar a fragilidade de uma flor à de uma criança.

Atendimento
Em qualquer caso suspeito ou confirmado de violência sexual, a procura por atendimento na saúde deve ser a primeira medida a ser tomada pela vítima. Em Garibaldi, há cerca de dois anos o Hospital Beneficente São Pedro oferece o Programa de Atendimento às Vítimas de Violência Sexual (Pravivis), onde há enfermeiros, médicos e psicólogos capacitados para atender a esses casos. Mais informações podem ser obtidas junto ao Programa de Vigilância da Violência (PVV), pelo telefone (54) 3462-8124.

Fotos